SI2E Região Centro - Apoia Emprego, Marketing, Obras, Equipamentos, Informática

SI2E Região Centro - Apoia Emprego, Marketing, Obras, Equipamentos, Informática
SI2E Região Centro - Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego


APOIA EMPREGO, MARKETING, OBRAS, EQUIPAMENTO, INFORMÁTICA


30% A 60% DE APOIO A FUNDO PERDIDO

INVESTIMENTOS ATÉ 235.000 €

 

Prazo de candidatura até: 27/04/2018 - NOVA FASE até 30 de Maio

O presente aviso tem aplicação nos seguintes concelhos da Região Centro:

Abrantes; Alvaiázere; Ansião; Arganil; Carregal do Sal; Castanheira de Pera; Castelo Branco; Castro Daire; Covilhã; Ferreira do Zêzere; Figueiró dos Vinhos; Fornos de Algodres; Fundão; Góis; Gouveia; Guarda; Lousã; Mação; Mangualde; Mira; Miranda do Corvo; Mortágua; Nelas; Oleiros; Oliveira de Frades; Oliveira do Hospital; Pampilhosa da Serra; Pedrógão Grande; Penacova; Penela; Proença-a-Nova; Santa Comba Dão; Sardoal; Seia; Sertã; Tábua; Tondela;Trancoso; Vagos; Vila de Rei; Vila Nova de Poiares; Vila Velha de Ródão; Vouzela

  

SI2E Região Centro – Até 27 de Abril de 2018

Tipologias de operações:

a) Criação de micro e pequenas empresas ou expansão ou modernização de micro e pequenas empresas criadas há menos de cinco anos;

b) Expansão ou modernização de micro e pequenas empresas criadas há mais de cinco anos.

Investimento até 235.000 euros

 

Incentivo ao Investimento

a) Taxa base: 40 % para os investimentos localizados em territórios de baixa densidade ou 30 % para os investimentos localizados nos restantes territórios;

b) Majorações até um máximo de 20 pontos percentuais

 

Criação de postos de trabalho

a) Período base: 9 meses, para contratos de trabalho sem termo ou criação do próprio emprego, ou de 3 meses, para contratos de trabalho a termo com uma duração mínima de 12 meses;

b) Majorações de 3 meses, para as Intervenções GAL, e 2,5 meses com um máximo de 6 meses, para as restantes situações;

 

Para os postos de trabalho criados com termo, é atribuída uma majoração no caso de conversão do contrato de trabalho a termo certo em contrato de trabalho sem termo, que corresponde ao valor equivalente a duas vezes a retribuição base mensal nele prevista até ao limite de cinco vezes o valor do IAS.

 

Despesas elegíveis

a) Custos de aquisição de máquinas, equipamentos, respetiva instalação e transporte;

b) Custos de aquisição de equipamentos informáticos, incluindo o software necessário ao seu funcionamento;

c) Software standard ou desenvolvido especificamente para a atividade da empresa;

d) Custos de conceção e registo associados à criação de novas marcas ou coleções;

e) Custos iniciais associados à domiciliação de aplicações, adesão inicial a plataformas eletrónicas, subscrição inicial de aplicações em regimes de «software as a servisse», criação e publicação inicial de novos conteúdos eletrónicos, bem como a inclusão ou catalogação em diretórios ou motores de busca;

f) Serviços de arquitetura e engenharia relacionados com a implementação do projeto;

g) Material circulante diretamente relacionado com o exercício da atividade em que seja imprescindível à execução da operação, sujeito a limitações em matéria de proporção do investimento total a definir nos avisos de abertura de candidaturas;

h) Estudos, diagnósticos, auditorias, planos de marketing e projetos de arquitetura e de engenharia essenciais ao projeto de investimento sujeitos a limitações em matéria de proporção do investimento total a definir nos avisos de abertura de candidaturas;

i) Obras de remodelação ou adaptação, desde que contratadas a terceiros não relacionados com o adquirente beneficiário dos apoios, indispensáveis à concretização do investimento sujeitas a limitações em matéria de proporção do investimento total a definir nos avisos de abertura de candidaturas;

j) Participação em feiras e exposição no estrangeiro sujeitas a limitações em matéria de proporção do investimento total a definir nos avisos de abertura de candidaturas

i) Custos com o arrendamento de espaço, incluindo os serviços prestados pelas entidades organizadoras das feiras, nomeadamente os relativos aos consumos de água, eletricidade, comunicações, inserções em catálogo de feira e os serviços de tradução/intérprete;

ii) Custos com a construção do stand, incluindo os serviços associados à conceção, construção e montagem de espaços de exposição, nomeadamente aluguer de equipamentos e mobiliário, transporte e manuseamento de mostruários, materiais e outros suportes promocionais;

iii) Custos de funcionamento do stand, incluindo os serviços de deslocação e alojamento dos representantes das empresas e outras despesas de representação, bem como a contratação de tradutores/intérpretes externos à organização das feiras.

 

Criação de emprego, na componente FSE, são elegíveis as despesas com remunerações de postos de trabalho criados, nas seguintes situações:

a) Criação do próprio emprego;

b) Criação de postos de trabalho para desempregados inscritos há mais de 6 meses no Instituto do Emprego e Formação Profissional, I. P. (IEFP, I. P.), incluindo desempregados de longa e muito longa duração;

c) Criação de postos de trabalho para jovens até 30 anos à procura do primeiro emprego inscritos no IEFP, I. P., como desempregados há pelo menos 2 meses

Por favor preencha todos os campos do formulário, descrevendo da forma mais detalhada possivel as suas necessidades.



Telefone: + 351 212 260 450
E-mail: info@ciphra.pt

Morada: Amora
Rua 1° Maio, 76 - R/C Esq.
2845-125 Amora
Portugal

Morada: Lisboa
Rua Castilho, 59 - 2ª Esq.
1250-068 Lisboa
Portugal

Subscreva a nossa Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e conheça as nossas novidades, últimas notícias e alertas.

A Ciphra é dotada de uma equipa experiente e com know how na área financeira, fiscal e de gestão de recursos humanos.